Degustação:  Schornstein Witbier

A Witbier é um estilo de cerveja muito antigo proveniente da Bélgica, mas que por muito tempo teve  sua produção quase extinta.

Nos anos 60 esse estilo teve um renascimento entre os pequenos produtores belgas, aos redores da cidade de Hoegaarden.

No copo se apresenta com uma linda cor amarelo palha, levemente turva com uma espessa espuma branca, cremosa e persistente.

No olfato, é elegante e intensa, com notas floreais e cítricas lembrando casca de laranja e tangerina.

Sentimos também nuances rústicos vindo do trigo (cerveja feita com 50% de trigo), esquentando aparecem notas apimentadas lembrando pimentas brancas e rosas e coentro.

Um corpo médio-leve redondo e macio, carbonatação vivaz mas não excessiva.

Um final muito seco e refrescante devido a uma leve acidez, os nuances são harmônicosCerveja Schornstein Witbier com o que sentimos no olfato, sobretudo a “citricidade” lembrando cascas de laranja e um toque herbal.

Deixa o paladar seco e limpo convidando sempre para o próximo gole.

Esplendida interpretação deste estilo proposta pela Cervejaria Schornstein que ganhou medalha de prata no 2° Concurso Brasileiro de Cervejas em 2014.

A receita original da Cerveja Schornstein Witbier foi criada por 2 cervejeiros caseiros: Douglas Merlo e Giovani Testoni de Blumenau-SC.

Uma cerveja simples mas saborosa, muito limpa onde o condimentado não é excessivo, leve e com alta “drinkability” terminando muito equilibrada.

Cervejaria: Schornstein – Pomerode (SC)
Estilo: Blanche ou Witbier
Copo: Jelly ou Tumbler
Harmonização: Carnes brancas como peixes e aves, saladas e antepastos com frutos do mar, sushi/sashimi